Se vos escrevo senhora
Incriada em tempo meu
É que vos pressinto agora
Como um dia ainda o sereis

Se vossos antepassados
São crianças por nascer
Vós no entanto sois adulta
Na tarde de minha espera

Se vos escrevo senhora
Ano três ou quatro mil
É que vos sinto presente
Na ausência dos dias meus

Se vossos olhos senhora
Por descuido aqui pousarem
Soprai de leve a poeira
Que cansou de vos sonhar