POUSADA

Música: Eduardo Santhana

Na pousada do teu colo,
O mundo se reinventando:
As redondilhas do mar
E os barcos que vão chegando...

Há um lembrar perseguindo
Percursos de encantamento,
E destinos cirandando
Nos corredores do vento.

São volúpias engastadas
Nas madrugadas dos dedos,
E gestas de gesto inquieto
Despetalando segredos!

Na pousada do teu colo
Veleiro de tentação
Bordeja teus litorais
Num rito de iniciação