Dos cafundós da infância

Carlos Magalhães Lébeis, o inesquecível tio, está ligado pelos túneis da memória e do afeto ao território de minha infância

A presença desse irmão de minha mãe no mundo das travessuras e das evocações é uma constante.

Em 1936, Augusto Frederico Schmidt edita seu primeiro livro “País dos Quadratins” dedicado a mim e ao primo Gui.

O texto e as ilustrações de Portinari passam a fazer parte dos passos e do imaginário do menino poeta.

Depois, quando tio Carlos lança pela Globo “A Chácara da Rua Um” com ilustrações do gaúcho João Faharion, sinto-me transportado para a meninice de minha mãe, de tios e primos na residência do bisavô Carlos Baptista de Magalhães, em Araraquara, o legendário fundador da Estrada de Ferro Araraquarense e líder da revolução monarquista que eclodiu em 1902 ao longo dos trilhos da ferrovia que plantara.

Passa-se o tempo, com o falecimento do primo Fernando caíram-me nas mãos os originais do “Cafundó da Infância” com ilustrações de Annita Malfatti, duplo fascínio que une o universo poético de Carlos Lébeis à pintura da grande artista brasileira.

A consagração desta saga juvenil faz parte do culto à memória de um homem raro que criou o Serviço Social do Estado assessorado por dois jovens advogados: Nelson Pinheiro Franco futuro Presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, e André Franco Montoro que, décadas depois, seria Governador dos paulistas.

Carlos, amigo de adolescência de Mário de Andrade, coloca a poesia a serviço da saudade neste livro. Completa-se a trilogia do poeta que dedicou a vida a causa das crianças.

Com que emoção levanto este esmaecido pórtico para a obra que une duas figuras inesquecíveis de meu convívio.

Carlos Lébeis, meu professor de lirismo e Annita a amiga que retratou nos anos quarenta a inquietação de minha juventude.

Afinal, o que há de melhor no prefaciador ficou encantado para sempre nos cafundós da infância.

O menino octogenário cumpre agora a promessa que fizera a Annita Malfatti e a si mesmo de cuidar um dia da publicação deste livro destinado a encantar seus leitores.