Paulo Bomfim - Homenagem a Vinicius de Moraes

Quando morreu Vinicius de Moraes, Paulo Bomfim fez um Soneto em sua homenagem: "DO POETA MORTO"

"DO POETA MORTO"

DA VIDA ESTA AVENTURA SEM VENTURA
PARTE O CANTOR LEGANDO NO SEU CANTO
E A MORTE SURGE COMO SURGE O PRANTO
NA FACE DA PAIXÃO QUE AINDA PERDURA

E DO SILÊNCIO QUE SE FAZ TERNURA
E DA ALEGRIA QUE SE FAZ ESPANTO
A RUA DESMANCHAVA NO ACALANTO
E O VERSO ESTRELA NUMA NOITE ESCURA

PARTE FICANDO EM TUDO QUANTO AMOU
NOS GESTOS QUE SANGROU DE VEIA ABERTA
E NA CANÇÃO DOS CORPOS QUE HABITOU

E AQUELE QUE DO AMOR FEZ SUA VIDA
CONQUISTA NA PAIXÂO QUE LHE DESPERTA
A MORTE... ESSA MULHER DESCONHECIDA.