Ives Gandra da Silva Martins Homenageia o poeta com um Soneto

PAULO BOMFIM

Nada melhor para apresentar o Príncipe dos Poetas, do que um soneto:

 

O tempo dos paulistas é teu traço,

O grito de teu povo faz teu verso

Da brava gente que, no imenso espaço,

O teu canto espalhou pelo Universo.

 

Dos milhares de vates desta terra

Tu és aquele que mais vida deste,

Em tua lira, que o planalto encerra,

Surge epopéia de uma história agreste.

 

Paulo Bomfim, o bardo das bandeiras,

Dos sonhos, dos mistérios mais profundos,

Teus heróis escalaram cordilheiras

 

Ao Brasil ofertando novos mundos.

Assim marchas, além da própria idade,

Tua glória forjando a eternidade.

 

Ives Gandra da Silva Martins